Informação

Yorkshire Terrier


Quero esta raça

Ficha do Yorkshire Terrier

Frequentemente chamados de brinquedos com qualidades de Terriers, os cães Yorkshire Terrier não são sua típica companhia de sofá. Eles são animais inteligentes, corajosos e independentes, com um instinto de brincar o tempo inteiro que os faz notáveis pela casa toda.

Pequeninos e carinhosos, os cães da raça são do tipo que há algum tempo já caiu nas graças das madames e das socialites fãs de levar seus pets na bolsa – no entanto, sua pelagem comprida e sua personalidade cativante já conquistam todos por onde passa, fazendo deste animalzinho simpático um dos mais queridos e desejados em todo o mundo.

Origem

O Yorkshire Terrier foi criado na Inglaterra em meados do século XIX (por volta do ano de 1850) e, embora muitos digam que sua criação ocorreu em função da necessidade dos caçadores, este não é um fato provado. A raça é resultado de repetidos cruzamentos entre diversas raças; cachorros menores e alertas, rápidos na caça.

Vindo da área da Inglaterra que lhe dá nome (o maior condado do país, chamado de Yorkshire), este cão não tem definida a mistura exata de raças que foram usadas para lhe dar origem, sendo que uma série de nomes do grupo dos terrier aparece na lista de supostos ‘pais’ da raça.

Entre os principais suspeitos, podemos citar raças como Airdale Terrier, English Black Terrier, Tan Terrier e Clydesdale Terrier – sendo que diversas outras também entram na lista; já que, de acordo com o que se sabe a respeito da origem da raça, ela foi completamente proposital, sendo aperfeiçoada por meio de diferentes e constantes cruzamentos em busca de exemplares pequenos e com as características de coragem e inteligência dos terrier.

Já de princípio, o Yorkshire Terrier fez bastante sucesso entre os burgueses que habitavam o condado, e a raça começou a ser apresentada em exposições caninas – sendo que, fora das competições, era vista com mais freqüência acompanhando as madames mais endinheiradas e luxuosas da região e a Inglaterra, de um modo geral.

Com a sua popularização, a raça chegou à América e passou a ter suas padronagens discutidas; já que havia muitas (e significantes) variações de tamanho entre os Yorkshire, confundindo o público geral. Por volta de 1900, foi decidido que o tamanho reduzido do animal também seria considerado como autêntico – gerando grande empenho de muitos criadores para produzir exemplares cada vez menores e de pelagem mais comprida da raça.

Comportamento

O Yorkie, como é conhecido, é divertido, afetuoso, brincalhão, curioso. Gosta de ser mimado e se dá muito bem as crianças, desde que não lhe puxem os pelos e as orelhas. Eles adoram sair e dar longos passeios e, por serem sonos de um nível de energia bastante alto, necessitam de atividades físicas com constância, para que possam gastar energia e manter o bem-estar.

Embora seja afetuoso, o Yorkshire também é bastante independente, e o seu apego aos donos pode não ser tão extremo como quando comparado a outras raças caninas. Tranquilo na maioria do tempo, o cão desta raça interage bem com todo tipo de pessoa (sejam crianças, adulto ou idosos) e, apesar de poder ser um pouco tímido ao se relacionar com outros animais, não costuma esboçar reações muito fortes quando na presença de estranhos ou desconhecidos – tornando-se uma raça nada recomendada para ter como cão de guarda ou alerta (tanto pelo porte pequeno como pelo alto nível de receptividade quando diante de estranhos).

Aspecto

O Yorkshire Terrier é um cachorro compacto e pequeno. Tem a cabeça pequena e orelhas em forma de V sempre erguidas. Costuma-se cortar a cauda em tamanho mediano, mas apenas nos poucos países onde esta prática ainda é permitida. O pelo é longo, reto, brilhante, fino e sedoso.

Cuidados específicos

O Yorkie é muito travesso e precisa que o dono seja firme em suas decisões, do contrário não haverá modo de mudar seus maus hábitos. Se seu Yorkshire tem os pelos longos, precisa de escovação e penteado todos os dias para que esteja sempre bem cuidado.

Saúde

O Yorkie sofre os mesmo problemas que outras raças pequenas, como luxação de rótula, deslocação de tíbia, problema de coluna vertebral, hidrocefalia congênita. Também é propenso a ter problemas digestivos e diarréias.


Video: Cute and Funny Yorkies! Yorkshire Terrier Videos (Setembro 2021).